Remédios para humanos podem ser letais para cães e gatos

Ao se deparar com o animal com algum problema de saúde, muitos tutores, ao invés de levar o animal para se consultar com um médico veterinário, preferem usar a própria experiência e por conta própria fazem o uso de medicações humanas, podendo causar danos irreversíveis ao seu cão ou gato.

Muitos medicamentos para consumo humano, que são vendidos livremente em farmácias, podem causar nos cães e gatos intoxicação, alergia e até mesmo causar a morte do animal. “Alguns medicamentos que são fabricados para humanos podem ser utilizados em animais e são receitados por veterinários, mas o tutor precisa se atentar a dosagem indicada pelo profissional, ou também causará problemas para a saúde do animal. O indicado para evitar qualquer risco de piorar o quadro de saúde do animal ou até mesmo causar a morte dele é sempre evitar a medicação sem prescrição e qualquer alteração o animal precisa ser consultado por um veterinário, que é a pessoa indicada para diagnosticar o problema e indicar o tratamento adequado”, diz a veterinária Dra. Valéria Correa, responsável técnica e gestora clínica do Grupo Pet Center Marginal.

O sistema digestivo de cães e gatos, apesar de muito semelhante ao do humano, não funciona da mesma forma. Os órgãos do sistema digestivo dos animais não têm a capacidade de absorver e sintetizar os medicamentos frequentemente utilizados por humanos, como alguns tipos de anti-inflamatórios e analgésicos.

O analgésico Paracetamol, princípio ativo de diversas marcas de remédios conhecidos, causa lesão no fígado de cães e pode ser fatal para gatos. causando anemia hemolítica, lesões hepáticas, diarréia, vômito, necrose renal, entre outros problemas. “Mesmo entre os animais é preciso respeitar as diferenças. Um medicamento que é utilizado com sucesso em cachorros nem sempre é indicado para gatos, que são mais sensíveis”, ressalta Dra. Valéria.

Os anti-inflamatórios que têm como base diclofenaco sódico causa graves sintomas gastrointestinais nos animais, inclusive desenvolvendo úlceras perfurantes de estômago e duodeno. “Muitas vezes o problema inicial, que motivou o dono a dar a medicação, acaba ficando secundário, pois as consequências de dar uma medicação errada são bem graves. No caso dos anti-inflamatórios, geralmente os animais começam a apresentar vômitos, diarréia ou fezes escuras, com presença de sangue, além de apatia e muita dor abdominal”, conclui Dra. Valéria.

Ácido acetilsalicílico

Base de medicamentos como Aspirina®, AAS®, Doril® e Melhoral®, é um anti-inflamatório extremamente tóxico para gatos, devido a deficiência de uma enzima hepática no animal que faria a metabolização e eliminação do composto. Seu uso é contra-indicado para gatos ou só pode ser utilizado de acordo com indicação e supervisão de um médico veterinário.

Diclofenaco

Muito utilizado por humanos no tratamento de dor e inflamações, o diclofenaco é a base de medicamentos como Cataflan® e o Voltaren®. Em cães e gatos pode ocasionar diversos problemas como úlceras hemorrágicas com vômitos e diarréia com sangue, além de insuficiência renal.

Paracetamol

Analgésico presente em produtos como Tylenol®, pode ser fatal para gatos, pois seus organismo não consegue eliminar o medicamento. Pode causar intoxicação em cães e gatos, resultando em falta de ar, vômitos e aumento na salivação, podendo entrar em coma.

Fonte: Inteligemcia

Anúncios

3 respostas em “Remédios para humanos podem ser letais para cães e gatos

  1. Olá!

    Gostaria de tirar uma dúvida: AAS é prejudicial para cães com insuficiência renal e hepática? O meu cão foi receitado com meio AAS para diminuir as plaquetas, mas possui essas duas doenças.
    Peço sua ajuda para esclarecer.
    Desde já obrigada!

    Curtir

  2. se vc ama ela tanto assim leve no veterianrio !!!! negocie o pagamento, cheque pré sempre ajuda,,, tudo é negociável…. menos a vida do animalzinho…

    Curtir

  3. Estou desesperadaaaa!!! minha cachorrinha de 7 meses comeu (por descuido meu) de 4 à 5 comprimidos de Diclofenaco de Sódio de 50mg. Isso foi 3*-feira (18/06/13) . À princípio, ela ñ teve nenhuma reação, tendo diarréia na madrugada. No dia seguinte, começaram os vomitos q duram até agora, 72h depois. Ela está normal, brincando e agitada como sempre; e comendo normalmente tbm. Porém, o vomito ñ cessou. Estou sem dinheiro para vet., então comprei Mercepton na casa de ração para intoxicação e dou 2 vezes por dia à ela. O intestino está um pouco preso, ja fazem 24h q ela ñ evacua e os vomitos são +/- de 12h em 12h. O que posso fazer? tenho muuuuuuuuuito medo de perdê-la, eu a amo d+. Não saberia viver sem ela. E agora, alguém poderia me orientar? sei q o correto é levá-la ao vet. mas estou sem 1 centavo! To desesperada :‘(

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s