10 Coisas Essenciais para seu Filhote

Retirei esse texto do site do Cesar Millan. Como estava em inglês, fiz uma tradução tentando manter as informações o mais perfeito possível. Espero que gostem…

O site da informação original é http://www.cesarsway.com/askthevet/dogwellness/Top-10-Checklist-for-Your-Puppy

Criar um filhote direito pode ser uma tarefa incrivelmente desafiadora, mas com certeza é infinitamente gratificante também. Um dos pilares da boa saúde para o seu cachorro é o cuidado veterinário regular. Aqui está uma lista das 10 melhores coisas que você precisa fazer no primeiro ano do seu cachorro.

1. Encontrar um bom veterinário.

O ideal é você encontrar qual veterinário você planeja usar antes que o seu cachorro chegue. Pergunte aos seus amigos que são donos de cães se indicariam o veterinário que estão acostumados a levar seus cães. Se possível, visite a clínica de antemão e olhe ao redor: veja se a área de espera é limpa, se a equipe é simpática e prestativa, etc. Procure saber a respeito do diploma dos médicos veterinários para ver quando eles se formaram. Veterinário que se formou há muito tempo pode ter muita experiência, mas pode não ser tão atualizado sobre o conhecimento médico e da tecnologia como recém-formados, enquanto os recém-licenciados têm um monte de informações mais recentes, mas podem não ter uma boa experiência. Descubra se o horário de expediente vai caber na sua agenda e se atendem situações de emergência após o expediente. É melhor ficar com um veterinário que conhece bem seu animal de estimação. Escolher um veterinário é algo pessoal, mas tente encontrar um que seja tranqüilo, que saiba realmente ouvir e seja prestativo. Se o seu primeiro veterinário faz você se sentir desconfortável sob quaisquer circunstâncias, continue procurando até encontrar um que é um bom ajuste para você e seu filhote.

2. Pense em um seguro de saúde para animal de estimação.

Considere ter um seguro de saúde para animal de estimação. Eles podem facilitar o custo de cuidados veterinários, especialmente se ocorrer emergências. Demasiadas vezes tenho visto os novos donos na sala de emergência com um filhote de cachorro muito doente e condições financeiras insuficientes, porque eles simplesmente gastou todo o seu dinheiro na compra do filhote e suprimentos. Espere gastar várias centenas de reais no mínimo em um ano por cuidados veterinários de rotina e reserve algum dinheiro para emergências.

3. Aplicar as vacinas necessárias.

Filhotes recém-nascidos não têm imunidade inata no nascimento. Eles possuem anticorpos da mãe que ajuda a protegê-los de doenças, enquanto seu sistema imunológico se desenvolve. As vacinas são uma parte vital do tratamento veterinário do seu cachorro que irá ajudar a prevenir doenças graves. Vacinas podem ser fundamentais ou não-fundamentais. Vacinas fundamentais são aqueles recomendadas a todos os cães. Elas incluem vacinas para cinomose, adenovírus-2, parvovírus canino-2 e anti-rábica. Não-fundamentais são vacinas que incluem a leptospirose, doença de Lyme e Bordetella por exemplo, e são recomendados para cães em localizações geográficas específicas ou com fatores de estilo de vida que irá aumentar o seu risco de exposição a esse agente patogênico. Seu veterinário poderá lhe explicar as vacina que são recomendados para o seu cachorro e o calendário de vacinação. Reforços serão necessários ao longo do primeiro ano, a fim de fornecer imunidade ideal para o seu cachorro.

4. Mantenha seu cachorro regularmente livre de parasitas.

Muitos filhotes já têm parasitas intestinais adquiridos da mãe antes mesmo que de nascerem. Por isso, é importante que o veterinário faça exames em seu cachorro regularmente para garantir que o tratamento está completo. Não tratados, parasitas intestinais, como lombrigas, tênias e ancilostomídeos podem causar anemia e perda de peso, que pode ser fatal. Parasitas intestinais de cães podem causar problemas em seus donos também e em qualquer um que pode ser exposto a fezes do cachorro. Vermifugação regular é muito importante.

5. Proteger contra dirofilariose.

Outra problema grave é o verme Dirofilaria immitis, mais conhecido como a dirofilariose. Ao contrário dos anteriores, este parasita vive dentro do sistema circulatório e prefere as câmaras do coração. Dirofilaria é transmitida por mosquitos. Com o aquecimento gradual do nosso clima, mosquitos estão ficando mais ativos a cada ano, portanto durante todo o ano profilaxia contra o verme do coração é recomendada.

6. Aprenda a evitar parasitas.

Tal como acontece com dirofilariose, pulgas e carraças prevenção são muito mais fácil do que tratá-los. Seu veterinário tem uma variedade de produtos tópicos que podem ser facilmente aplicada a oito semanas e os filhotes mais velhos. Mantenha seu gramado curto e manter o seu cachorro para fora de arbustos e áreas woody. Tratar o meio ambiente, lavando roupa de cama regularmente e limpar tapetes para remover ovos e larvas.

7. Pense na castração ou esterilização

A castração ou esterilização de seu filhote fornece inúmeros benefícios à saúde dele e deve ser considerado se você não está pensando em cruzar seu cão. Filhotes saudáveis ​​podem ser castrados com oito semanas, embora alguns veterinários preferem esperar até 4-6 meses de idade. Nas fêmeas, a operação deve ser realizada antes do primeiro cio, quando possível, porque vai praticamente eliminar o risco de desenvolver câncer de mama em uma idade mais tarde.

8. Eduque-se sobre dieta apropriada do seu cachorro e peso.

Filhotes com oito semanas de idade devem ser alimentados com uma dieta alta qualidade. Alimento para cães adultos regulares não irá fornecer ao seu filhote a energia e cálcio que precisa. Siga as recomendações do rótulo e as orientações do seu veterinário para determinar quanto de ração é necessária para alimentar seu filhote. Idealmente, os filhotes devem ser alimentados 3-4 vezes ao dia até que estejam pelo menos com seis meses de idade, quando você pode diminuir o horário de alimentação para duas vezes por dia, se assim o desejar. Pergunte ao seu veterinário se o seu cachorro está em um peso saudável.

9. Prepare-se para a dentição.

Os dentes do seu cachorro começarão a surgir entre 3-8 semanas de idade e com cerca de 4-6 meses de idade estes dentes serão substituídos por dentes permanentes. Os primeiros dentes a serem substituídos são geralmente os incisivos centrais. Você saberá quando o seu cachorro estiver na dentição porque você vai notar um aumento de salivação. É importante nunca deixar o seu cachorro sem supervisão e isso é duplamente importante durante a dentição. Além da destruição geral, um filhote de cachorro na dentição pode, ocasionalmente, ingerir objetos que podem causar obstrução ou intoxicação. Outros perigos incluem mastigar cabos elétricos  e edema pulmonar fatal. Dê muitos brinquedos para a fase de dentição. Há brinquedos especialmente concebidos para a dentição dos filhotes. A dentição geralmente dura de algumas semanas a um mês. É importante que  o seu veterinário monitore a troca dos dentes porque às vezes o dente de leite pode ser mantido, o que pode causar problemas no futuro.

10. Mantenha a casa à prova de filhotes.

Embora seja importante ver o seu veterinário regularmente, você quer evitar emergências, tanto quanto possível. Dê uma boa olhada ao redor de sua casa para ver os riscos potenciais para um filhote de cachorro curioso. Considere toxinas, tais como plantas domésticas e produtos de limpeza e mantenha-os fora do alcance. Use portas de bebê para bloquear o acesso a escadas e evitar quedas, além de limitar o acesso a salas que não sejam seguras. Objetos pequenos, tais como jóias e prendedores de cabelo também devem ser mantidos fora do alcance para que não sejam engolidos. Leve o lixo para fora regularmente e considere o uso de baldes de lixo com tampas pesadas que o cachorro não possa abrir. Novamente, a melhor maneira de manter seu filhote fora de problemas é nunca deixá-lo sem supervisão.

Anúncios

Uma resposta em “10 Coisas Essenciais para seu Filhote

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s